Sintomas de falta de apetite sexual

Ter relações sexuais com seu parceiro é essencial para manter fortes laços emocionais. Sem eles, pode haver um distanciamento e, finalmente, uma ruptura. Por esta razão, é tão importante aprender a detectar os sintomas da falta de apetite sexual e tomar medidas para corrigir a situação. Se você detectar que tem algum dos listados abaixo, não ignore e dê uma solução.

Os sintomas mais comuns de falta de apetite sexual

Existem alguns sintomas que indicam uma diminuição no apetite sexual . Eles servem como um alerta de que algo não está funcionando bem e que você precisa agir. Em alguns casos, os motivos serão emocionais, em outros os fatores podem estar relacionados à saúde física ou mental, então você deve consultar o médico. Mas não se assuste, o problema é mais comum do que você imagina e tomando alguns suplementos naturais como a maca peruana com zma você pode resolver essa falta de apetite sexual.

Desculpas por não fazer sexo . Este pode ser o mais óbvio dos sintomas de falta de apetite sexual . Seu parceiro se aproxima de você, mas você faz desculpas contínuas , como “agora não é um bom momento”, “eu não estou me sentindo bem”, “melhor esperar até amanhã ou no fim de semana”. Não é errado dizer não se você não se sente bem, mas aquele que respondeu favoravelmente aos convites do seu parceiro e agora mal o faz, pode indicar que algo não está certo.

Esta diminuição no apetite sexual pode ser devido a uma perda de atração, fadiga excessiva ou outros problemas emocionais, causados pela família, trabalho, envolvimento excessivo em projetos pessoais …

As rotinas pararam de parecer interessantes.

Ter uma rotina sexual pode ser bom até certo ponto, mas se essa orientação começa a parecer rotineira, gera uma evidente falta de aumento do apetite sexual . Se, quando esses dias chegam, aqueles que são mais propícios a intimidades com seu parceiro, você percebe que não há magia e você começa a deixar-se levar apenas cumprindo um suposto compromisso com a outra parte, há um problema que você tem que resolver.

Um dos fatores que podem estar por trás deste sintoma é que o que você gostou antes, agora não tem o mesmo interesse. A outra pessoa é mais conformista e não vê a necessidade de fazer mudanças, então você acaba caindo no tédio. Também pode haver fatores externos que afetam você emocionalmente, mas seu parceiro não.

Você evita estimular a outra pessoa.

Você não percebeu até agora, mas não procura mais despertar interesse sexual por seu parceiro. Não fixe como antes para a ocasião, você tem menos contato físico na hora de dormir, mesmo procurando a outra pessoa está dormindo, não vai ser pedido para manter relacionamentos.

É claro que seu parceiro não lhe interessa mais como antes. Você ainda pode estar amando, mas isso não atrai você como antes. A perda de respeito e admiração pode ser uma causa. Outra razão pode ser que a outra pessoa tenha mudado e não lhe dê o mesmo afeto quando você tem relacionamentos íntimos.

Dor ao fazer sexo.

Dor na manutenção de relacionamentos pode ser um sintoma de diminuição do apetite sexual . Sexo sem apetite pode ser doloroso. Se você notar que está com dor, pode haver um problema médico, então você deve consultar seu médico. Mas antes de alarmar você analisa sua situação e se pergunta: você pode estar menos envolvido no prazer e tudo é mais forçado? É possível que sua mente esteja imaginando dores ou desconfortos que não existem? Em qualquer caso, é melhor consultar o que está acontecendo com seu médico.

Soluções por falta de apetite sexual

Para resolver a diminuição do apetite sexual, a primeira coisa que você precisa fazer é identificar o problema. Analise o que mudou desde que seu desejo de fazer sexo diminuiu ou até mesmo desapareceu. Você trabalha mais? Você percebe mais cansaço? Seu parceiro mudou? Você sente desejo, mas perde quando tenta se relacionar com seu parceiro? Você percebe mudanças físicas? Você recebe menos amostras de afeto? … Uma resposta precisa é a chave para atacar o problema.

Se você não consegue encontrar a resposta para o que pode estar acontecendo, fale francamente com o seu parceiro. Explique o que acontece com você. Não se sinta mal, te ame e tente ajudar. Talvez ele não tenha notado ou ousado dizer isso. Uma boa comunicação e busca juntos podem erradicar a diminuição do apetite sexual . É claro, tenha em mente que a resposta que você pode receber pode não ser o que você pensa, e você também precisa fazer uma mudança.

Se você está claro que os fatores são externos, elimine esses problemas ou peça ajuda para superá-los. Novamente seu parceiro será seu melhor aliado, mas há coisas em que a outra parte não pode fazer nada e você será o único que terá que fazer as mudanças. Mas certamente você terá seu apoio e ajuda.

No caso de problemas hormonais ou físicos, aja o mais rápido possível, hoje existem cremes como o lidib gel que ajuda provocar ereção e causar um aumento no pênis, fazendo com que a pessoa consiga melhorar o desejo sexual.

Se ele não resolver, vá ao seu médico e explique o que acontece com você sem medo ou vergonha. Ele é um profissional que leva qualquer problema que o perturba muito seriamente. Se não o fizer, o problema será mais difícil e você acabará ferindo a si mesmo e ao seu parceiro, que será privado de algo tão bom e necessário quanto o sexo.

Maus hábitos também desempenham um papel importante neste campo. A má nutrição afeta negativamente o apetite sexual, o mesmo acontece se você consumir álcool excessivamente ou usar drogas. Por si só, não costumam determinar problemas, mas, juntamente com outros fatores, podem alterar sua vida sexual, a ponto de reduzir significativamente a necessidade de atividade sexual.

Se, apesar de tudo, o apetite não aumenta, é possível que exista algum tipo de desequilíbrio emocional. Neste caso, a ajuda de um psicólogo é necessária. Será a figura desse profissional que detectará qual é o impedimento e lhe dará a chave para resolvê-lo.